You are currently viewing Práticas Sustentáveis: 6 Razões para Investir em 2021

Práticas Sustentáveis: 6 Razões para Investir em 2021

Saiba tudo sobre práticas sustentáveis e como elas podem ajudar sua empresa neste ano marcado pela instabilidade econômica.

Tempo de leitura: 7 minutos.

No primeiro trimestre do ano passado, a pandemia chegou de surpresa e mexeu com o planejamento de boa parte dos brasileiros. Um ano se passou desde então, mas a situação não mudou tanto assim. A população, como um todo, continua sendo obrigada a conviver com o caos na saúde e a instabilidade econômica.

No mundo dos negócios, a situação ganha ares ainda mais desesperadores por conta do fechamento regular de uma série de serviços considerados não essenciais. Uma simples pesquisa no Google revela que milhares de empresas de pequeno e médio porte só sobreviveram até aqui graças a dois fatores principais: o investimento prévio em reservas financeiras e a coragem de se reinventar.

A má notícia é que a volta por cima não está tão próxima quanto gostaríamos. A vacinação, que infelizmente caminha a passos lentos, vem sendo acompanhada de perto pelo aumento da inflação e pelo fim de programas que tinham como objetivo estimular a economia.

Por outro lado, a boa notícia é que, apesar das dificuldades, 2021 deve ser um bom ano para se começar a investir. Principalmente se estivermos falando do investimento em práticas sustentáveis para a sua empresa.

Neste artigo, vamos mostrar o conceito de sustentabilidade em todas as suas dimensões, alguns hábitos sustentáveis que você pode adotar hoje mesmo e os motivos que fazem esse tipo de investimento ser tão importante.

Mas o que é essa tal Sustentabilidade?

Quando falamos sobre sustentabilidade, muita gente pensa apenas em evitar a poluição ou proteger a natureza, mas o verdadeiro conceito vai além disso. A ideia está atrelada a um desenvolvimento social consciente que busca, acima de tudo, deixar contribuições positivas para a humanidade.

De acordo com Gro Harlem Brundtland, ex-primeira-ministra da Noruega, considerada a criadora do termo “desenvolvimento sustentável”, o objetivo central desse sistema é “suprir as necessidades do presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprirem suas próprias necessidades”.

Ou seja: mais do que uma palavra que está na moda, nós estamos falando sobre uma necessidade mundial que envolve diversos setores da sociedade. Não é à toa que a definição de desenvolvimento sustentável é amparada por outras três dimensões tão importantes quanto o aspecto ambiental. São elas:

  • Sustentabilidade social: ações que, pautadas pela igualdade total entre os seres humanos, priorizam a educação, a qualidade de vida e o acesso básico aos meios de justiça social;
  • Sustentabilidade empresarial: ações que visam a conscientização interna sobre o consumo responsável, buscando inserir o desenvolvimento sustentável em todos os processos de um negócio;
  • Sustentabilidade econômica: ações destinadas à gestão adequada dos recursos, prezando por um crescimento financeiro que não prejudica a natureza;
  • Sustentabilidade ambiental: ações que buscam preservar o meio ambiente, investindo na construção de uma relação harmônica entre o ser humano e os recursos retirados da natureza.

Para ser classificada como sustentável, uma empresa precisa ser ativa em pelo menos duas dimensões. Entretanto, não é permitido se abster completamente das outras, porque, no fundo, as quatro se completam.

Práticas Sustentáveis

O que Posso Fazer para ser Sustentável?

Um primeiro passo simples e eficiente é a digitalização completa de documentos. Talvez essa dica pareça um tanto quanto atrasada, porém várias empresas ainda insistem em guardar cópias físicas de documentações e contratos.

Ao investir na digitalização, você reduz o uso de papel ao mesmo tempo em que agiliza os processos, conquistando um tempo que merece ser reinvestido no bem-estar dos seus funcionários e colaboradores. No final, essas mudanças ainda vão gerar menos stress e mais motivação.

Outra sugestão é inspecionar a infraestrutura da sua empresa, localizando onde é viável instalar sensores, substituir torneiras comuns por versões econômicas ou utilizar lâmpadas de LED. Isso tudo sem contar com a possibilidade de instalar sistemas que captam a água da chuva ou telhas transparentes para aproveitar a iluminação natural.

Essas opções impactam de forma substancial os valoreso das contas de luz e água. Um caminho que também deve ser explorado por meio da busca por fontes renováveis de energia.

Vale a pena investir, por exemplo, na energia solar, por meio da instalação de um sistema próprio ou do aluguel de cotas solares. Neste último caso, em especial, é possível conseguir até 18% de desconto sem investimento ou obras no seu imóvel.

Práticas Sustentáveis

Mais uma ideia interessante é conectar seu negócio a uma rede de reciclagem. Espalhe lixeiras de coleta seletiva pelo espaço físico, conscientize os funcionários e busque um colaborador que gerencie os resíduos de maneira sustentável.

Saiba mais sobre a gestão de resíduos sólidos AQUI.

Além disso, você precisa se dedicar às outras dimensões da sustentabilidade. Isso significa criar um ambiente de trabalho saudável e estimulante, em que  funcionários e colaboradores tenham segurança e opções de crescimento profissional.

Existe até mesmo a oportunidade de propor atividades que misturam essas dimensões. Um exemplo clássico e muito viável é incentivar a participação de todos em eventos voluntários, como a limpeza de parques.

As Vantagens de Investir em Práticas Sustentáveis

Apostar na sustentabilidade com o intuito de garantir o futuro do planeta Terra é uma atitude linda, mas todas as ideias sugeridas acima também geram gastos, ainda que resultem em economia no médio prazo. Uma constatação que nos leva diretamente à pergunta-chave deste texto: por que fazer este tipo de investimento em um ano tão difícil quanto 2021?

Para responder, nós separamos seis vantagens que mostram como as práticas sustentáveis são o melhor remédio para a crise.

1)   Redução dos Custos, Aumento dos Lucros

Quando um negócio evita o desperdício, diminui o uso de recursos escassos e investe em formas de energia renováveis, ele está automaticamente reduzindo seus custos – fixos e variáveis – de produção.

Com isso, é possível ampliar a eficiência produtiva sem permitir que os novos gastos aumentem o valor do produto final. O resultado lógico acaba sendo a entrega de uma mercadoria que possui um custo-benefício superior, podendo resultar em um crescimento significativo das vendas.

E, a consequência desse processo todo, por sua vez, é só uma: o aumento expressivo dos lucros da sua empresa.

Quer saber mais sobre os custos fixos e variáveis? Confira este texto especial sobre o assunto.

2)   Fortalecendo a sua Marca com Práticas Sustentáveis

Diversos estudos garantem que a sustentabilidade de uma empresa influencia – e muito – na decisão de compra. É impossível negar que os consumidores estão cada vez mais atentos e preocupados com selos de proteção ambiental e outras chancelas relacionadas aos cuidados com o meio ambiente.

Isto significa que a demanda por mercadorias desenvolvidas por meio de práticas sustentáveis também aumentou. Ou seja, ter uma certificação ou ser reconhecido pelo seu posicionamento ecológico tende a multiplicar a valorização dos seus produtos.

Dados relacionados ao ICC (Indicador de Consumo Consciente), em uma pesquisa realizada no final do ano retrasado, confirma que o brasileiro faz escolhas baseadas no consumo consciente em 73,3% das oportunidades.

3)   Preparado para a Indústria 5.0

O Brasil ainda está passando pela quarta revolução industrial, porém outros países mais desenvolvidos já entraram em uma nova fase conhecida como Indústria 5.0.

Além da união entre máquinas de última geração e seres humanos criativos, esse momento é marcado por grandes investimentos na área da educação, na busca por soluções energéticas alternativas e no aperfeiçoamento do desenvolvimento sustentável.

Considerando que a maior parte dessas adaptações demora algum tempo para se tornar realidade, é plausível garantir que empresas mais acostumadas com esse tipo de investimento vão estar dois passos à frente da concorrência.

Para saber mais sobre a Indústria 5.0, suas características e as dificuldades de implementação, acesse nosso texto clicando AQUI.

4)   Benefícios a Longo Prazo

Uma empresa consciente sempre pensa alguns anos à frente, e quem decide investir em sustentabilidade ganha de fato alguns benefícios a longo prazo. Um casamento perfeito, não é?

Passando pela adaptação dos seus processos nos próximos anos, os negócios sustentáveis estarão mais preparados para a provável escassez de recursos naturais que marcará nosso futuro. E, por mais que não exista uma data para isso acontecer, é seguro afirmar uma coisa: quem abrir mão das alternativas conscientes hoje, sofrerá com a competitividade cada vez mais acirrada do amanhã.

Outro exemplo de benefício a longo prazo está no surgimento de novos negócios ligados à própria sustentabilidade. É perfeitamente normal – e até mesmo plausível – que uma empresa enxergue caminhos inovadores e comece a explorar outras oportunidades graças à imersão nas práticas sustentáveis.

5)   Diminuição de Riscos

Levando em conta o fato de que os consumidores estão cada vez mais ligados a empresas e produtos sustentáveis, investir em práticas conscientes é o equivalente a diminuir os riscos de ter sua marca atrelada a qualquer desastre natural, assim como de aumentar as suas chances de ser reconhecido por seu posicionamento a favor do meio ambiente.

Ao mesmo tempo, seu negócio também consegue se antecipar às mudanças de legislação, evitando multas e sanções que impedem o funcionamento dos espaços físicos.

É claro que, nesse caso, não é possível prever o futuro, mas nem por isso essas suposições devem ser ignoradas. Afinal de contas, nos dias de hoje, um erro relacionado aos aspectos sociais ou ambientais pode “queimar” sua imagem de uma vez por todas.

6)   Na Mira dos Investidores

Seguindo a mesma trilha dos consumidores que citamos mais de uma vez, os investidores também estão de olho em empresas sustentáveis. Eles buscam por esses perfis sustentáveis, porque entendem, como ninguém, os benefícios e os baixos riscos oferecidos pelo desenvolvimento consciente.

Ou seja: investir na sustentabilidade aumenta bastante a sua valorização no mercado, abrindo espaço para uma situação em que todo mundo ganha.

O seu negócio ganha inúmeras vantagens competitivas em relação à concorrência, um crescimento exponencial do lucro e até inúmeras facilidades na hora de atrair investidores. Enquanto isso, quem injetou dinheiro na sua empresa vai estar comemorando o crescimento dos ativos e o retorno rentável dos investimentos.  

Conclusão

A sustentabilidade como um todo é formada por uma série de ações sociais, empresariais, econômicas e ambientais que visam suprir as necessidades do presente sem prejudicar o futuro.

Uma empresa pode entrar nesse universo aos poucos, prestando atenção em algumas atitudes pequenas que fazem parte do dia a dia. Substituição de lâmpadas, digitalização de documentos e investimentos em fontes renováveis de energia estão entre elas.

Práticas Sustentáveis

Você só precisa ficar atento ao fato de que esse é apenas o pontapé inicial. Seu investimento também precisa se estender à transformação dos processos, ao cuidado com os resíduos e ao bem-estar dos funcionários e colaboradores.

A vantagem é que investir em práticas sustentáveis nunca será um erro. Apesar dos custos iniciais muitas vezes necessários, a sustentabilidade é um investimento seguro e duradouro. Uma aplicação que, além de melhorar as expectativas em torno do futuro do planeta Terra, traz bons resultados práticos e institucionais para a sua empresa.

Resumindo, em outras palavras, os investimentos voltados para o desenvolvimento sustentável não devem mais ser encarados unicamente como gastos inevitáveis. Afinal, eles são uma porta de entrada estratégica para diversos benefícios que aumentam o valor de mercado e o destaque dos seus produtos em prateleiras lotadas pela concorrência.

Nós precisamos entender e aceitar, de uma vez por todas, que se tornar uma empresa sustentável deixou de ser um luxo há muito tempo. É uma condição que garante a sobrevivência do seu negócio em tempo de crise.

Está com sede de informação e conhecimento? Para aprender mais sobre a sustentabilidade, clique AQUI e acesse todos os textos sobre esse tópico essencial para o futuro do planeta e da sua empresa.

Deixe um comentário