You are currently viewing Gastos: 5 Mitos para sua Empresa Economizar de Verdade
Pile of solar ready coins to save money, saving ideas and investments or future financial planning ideas for innovative businesses, growth and money.

Gastos: 5 Mitos para sua Empresa Economizar de Verdade

Descubra como economizar de verdade, desvendando mitos sobre os gastos da sua empresa.

Tempo de leitura: 7 minutos

Ao administrar uma empresa, é preciso tomar decisões certeiras para gerir os custos. Um planejamento financeiro é muito importante para que não haja surpresas nas contas e para que o lucro seja cada vez maior.

Para que uma empresa tenha sua situação financeira saudável, os gastos devem ser menores que os ganhos e, por isso, aprender a utilizar os recursos disponíveis é imprescindível para qualquer empresário ou gestor.

A gente sabe que, muitas vezes, é preciso fazer escolhas e estabelecer prioridades quanto aos custos para que, assim, o empresário consiga otimizar melhor seus recursos. O problema é que, frequentemente, o que acreditamos ser uma economia de custos agora, pode atrapalhar sua empresa e fazer com que você gaste mais em algum momento posterior.

Por isso, selecionamos 5 mitos sobre gastos para que você aprenda a economizar de verdade. Confira quais são eles.

1. Minha empresa é pequena, não preciso de um contador

É verdade, o custo com a contabilidade de uma empresa pode ser um pouco alto, principalmente se sua empresa for pequena. Porém, segundo a Lei 10.406/2002 (Novo Código Civil), art. 1.179, qualquer empresa é obrigada a seguir um sistema de contabilidade. Essa lei exige que toda escrituração contábil de uma empresa deve ser de responsabilidade de um contador legalmente habilitado.

Mas, além de ser uma exigência do governo, você pode contratar um contador para ser responsável pelo planejamento financeiro da sua empresa e isso é muito importante para a saúde e crescimento empresarial.

De pequeno a grande porte, toda empresa precisa de controle de gastos, gestão de provimentos e metas. Afinal, onde você quer chegar? 

É exatamente o contador que irá te ajudar a determinar suas metas e organizar suas rotinas semanais ou mensais para que você as alcance. Além disso, ele é o responsável por gerar relatórios para você entender se está no caminho certo e se precisa mudar algo.

Ao contratar uma empresa de contabilidade ou um contador independente, você terá ajuda na tomada de decisões, capital de giro, fluxo de caixa, saúde financeira e tudo o que você precisa para que sua empresa e seus lucros cresçam cada vez mais.

Por isso, contratar uma empresa de contabilidade é um gasto necessário para que você possa gerir melhor o que entra e o que sai no seu negócio. Se, em um primeiro momento, pode parecer um custo alto, com o tempo, você vai perceber que é muito bom contar com quem realmente entende de economia e finanças.

2. Posso esperar para fazer manutenção

Você é daqueles que espera uma coisa estragar para comprar outra, ao invés de fazer as manutenções preventivas periodicamente? Temos uma péssima notícia para você: isso não é uma boa alternativa para quem quer economizar.

Seja em equipamentos, utensílios ou softwares, a manutenção preventiva é muito importante para evitar qualquer possível estrago. Realizar essas manutenções pode parecer um custo à primeira vista, mas elas garantem o funcionamento dos equipamentos por mais tempo e evita falhas.

Por exemplo, qual foi a última vez que você pagou um técnico para que ele conferisse os computadores da sua empresa, a existência de vírus e atualizações de softwares? Agora, imagine que você não faz isso há muito tempo e, por causa de uma falha, você perde um computador e todos os arquivos que estavam nele ficam expostos a vírus.

O seu gasto para reaver tudo o que guardava ali, compra de novas peças e softwares e até um novo aparelho é muito maior do que uma manutenção periódica. Além disso, você falhou em segurança e dados confidenciais da sua empresa podem estar nas mãos de outras pessoas, trazendo ainda mais prejuízos.

Esse foi um exemplo básico, que realmente pode acontecer em uma empresa que não cuida de suas informações e aparelhos eletrônicos. Mas problemas como esse podem acontecer com máquinas, geladeiras, impressoras, móveis e até carros. 

A manutenção preventiva evita esse tipo de falha e de possíveis intervenções corretivas emergenciais (que saem muito mais caras). Ainda, quando um aparelho é conferido e reparado periodicamente, sua vida útil se torna muito maior, adiando a necessidade da compra de um novo aparelho.

3. Já que não está sendo usada, posso desligar minha geladeira à noite

Se você acredita que desligar os equipamentos de refrigeração à noite pode ajudar a sua empresa a reduzir sua conta de energia elétrica, saiba que isso é mais um mito sobre gastos. Desligar a geladeira com produtos dentro nunca é uma boa ideia: alimentos, bebidas, remédios, produtos de estética e tudo mais que precisa ser refrigerado devem ficar em temperatura constante. 

Se o seu negócio funciona durante o dia e você desliga suas geladeiras e freezers à noite, quando os equipamentos forem religados, eles terão que trabalhar muito mais para chegar à temperatura adequada de todos os produtos, que estarão quentes pelo tempo que ficaram sem refrigeração. Assim, a economia que você fez durante a noite deixando o aparelho desligado será compensada durante o dia.

Além disso, com essa mudança de temperatura diária, você pode trazer um risco à saúde das pessoas que consumirem esses produtos e ter um desperdício muito grande de mercadorias e matérias-primas.

Atualmente, existem tecnologias para controle da temperatura desses equipamentos, como válvulas de expansão eletrônica ou termostatos digitais inteligentes. Esse tipo de investimento pode ser muito interessante para a otimização do uso de mercadorias e dos recursos energéticos da sua empresa.

4. Vou diminuir a qualidade do meu serviço ou produto e o cliente nem vai perceber

Trocar para uma matéria-prima mais barata e de menor qualidade ou diminuir a qualidade do seu atendimento pode ser um caminho sem volta para muitas empresas. O seu cliente compra do seu negócio pois conhece o que você vende ou o serviço que presta e, se isso mudar, ele pode acabar buscando novas empresas que entregam o mesmo que você.

Uma lanchonete, para cortar gastos, resolve mudar de fornecedor de suas carnes e defumados. No primeiro mês, o lucro foi maior, pois o gasto com a matéria-prima do seu produto foi menor. Porém, o dono da lanchonete percebeu que seus clientes frequentes não voltavam após provarem o novo hambúrguer.

Com isso, ele passou a receber reclamações quanto ao produto, que antes era tão elogiado, e o número de pedidos caiu bastante. O que ele achou que seria uma boa escolha, ao trocar de fornecedor, acabou trazendo prejuízos para ele.

Quando mal feita, a redução de gastos pode trazer consequências ruins para a sua empresa, diminuindo ainda mais o lucro. Aqui, a solução é buscar novas formas de entregar o seu trabalho e aumentar a produção e demanda do seu produto.

O dono da lanchonete, por exemplo, poderia criar novos sabores, entender as demandas do público, desenvolver um cardápio especial, montar promoções e clube de benefícios para clientes fiéis. Assim, ele venderia mais de seu lanche que já era conhecido e apreciado.

5. Primeiro gasto a cortar são investimentos em marketing

Muitas empresas, quando passam por algum tipo de dificuldade financeira, escolhem os investimentos com marketing como primeiro gasto a ser cortado. Isso é um erro gravíssimo cometido por muitos, e que pode piorar ainda mais a situação dessas empresas.

A verdade é que, com publicidade, o seu negócio pode crescer mais. O marketing é o principal meio para atrair novos clientes e fidelizar os atuais. Quando uma empresa para de investir nessa área, ela perde um espaço significativo na mente das pessoas, e permitem que outras empresas passem a ser mais vistas e lembradas.

O seu público precisa lembrar de você, precisa pensar na sua empresa como quem vai solucionar o seu problema. Seja você uma clínica de estética ou uma padaria: o seu cliente está por aí, esperando que uma demanda seja criada para que ele te procure.

Quando uma crise aparece, uma das soluções é buscar novos públicos alvos para atuar. Isso pode trazer novos clientes para você, que te conhecerão a partir de anúncios feitos nas redes sociais ou na região onde sua empresa está.

Seguindo o exemplo da padaria: se você perceber que sua clientela está caindo, mas uma nova demanda de alimentos fit apareceu, abrace esse segmento. Você já tem os profissionais, os equipamentos e os fornecedores. Aprenda novas receitas, espalhe essa novidade, anuncie para todos. Fazendo isso, você gera novas oportunidades de negócio.

Aprenda como empregar bem o seu dinheiro e economizar de verdade

Agora, você já sabe como desmistificar algumas das ideias que muitos empreendedores têm sobre suas finanças e negócios.

Conte com profissionais parceiros e que entendam de administração e finanças para que sua empresa e sua lucratividade cresçam cada vez mais. Saiba fazer escolhas precisas para otimizar seus gastos e garantir a saúde financeira que você tanto almeja.

Lembre-se de fazer manutenções periódicas nos seus aparelhos e equipamentos para evitar gastos com reparações e nunca desligue seus refrigeradores durante a noite.

Seja fiel à qualidade do seu negócio e dos produtos vendidos. O seu cliente é a sua melhor propaganda, pois além de comprar de você, ele pode te indicar para futuros trabalhos.

Falando nisso, entenda seu público. Faça um bom planejamento de comunicação para conversar com quem realmente tem chances de ser o seu cliente.

Invista na qualificação da sua equipe. O turnover (ou rotatividade de pessoal) não é interessante para nenhuma empresa e pode trazer sérios prejuízos para você. É mais interessante ensinar uma pessoa que já é seu empregado, ao invés de demiti-lo e contratar uma nova pessoa.

Nem sempre, fazer economia significa apenas cortar gastos. É preciso avaliar os custos de manter sua empresa, o que pode ser ajustado ou otimizado. Muitas vezes, o barato pode sair caro.


Para mais textos sobre economia e empreendedorismo, acesse nosso Blog.

Deixe um comentário