You are currently viewing Economia de Energia na Sociedade 5.0

Economia de Energia na Sociedade 5.0

Saiba como as inovações tecnológicas da sociedade 5.0 vão transformar diversos aspectos da sociedade, incluindo a economia de energia.

Tempo de leitura: 8 minutos.

Desde o início da civilização, a grande maioria das evoluções tecnológicas são impulsionadas por dois objetivos em comum: solucionar problemas e melhorar a vida dos seres humanos. Foi isso que aconteceu, por exemplo, com ferramentas, utensílios domésticos, meios de transporte, equipamentos industriais e peças eletrônicas.

Com o passar do tempo, os processos ganharam camadas de automação, e a tecnologia foi se integrando cada vez mais ao nosso cotidiano. Um progresso que nos permite atualizar os modelos de sociedade com o intuito de agilizar o dia a dia em vários âmbitos.

É nesse cenário de mudanças constantes que, em 2017, o primeiro-ministro do Japão popularizou o conceito de sociedade 5.0 durante uma exposição sobre telecomunicação digital e tecnologia da informação. Ele sugeriu que a história da sociedade estava iniciando um novo capítulo e inaugurou uma série de estratégias cujo propósito era fomentar uma integração ainda maior entre a comunidade e as inovações tecnológicas.

O que é Sociedade 5.0?

A sociedade 5.0 pode ser classificada como um modelo de organização social em que as tecnologias desenvolvidas pela humanidade são aplicadas em situações que melhorem a qualidade de vida da população. Isso significa que as aplicações se afastam dos setores produtivos para transformar o dia a dia das pessoas, pavimentando os caminhos para um futuro em que tudo estará conectado.

Esse movimento coloca alguns conceitos, como a análise de dados, a robótica, a inteligência artificial, a Internet das Coisas e a cibersegurança em primeiro plano. Assim, conseguimos avançar com os estudos desses recursos e suas posteriores implementações por meio de wearables, ambientes inteligentes, automóveis autônomos e assistentes virtuais com capacidade de relacionamento avançada.

A integração harmônica entre mundo físico e virtual, por sua vez, possibilita que a sociedade seja reconhecida não só pela conectividade, mas também pelo alto potencial de adaptação. Afinal, estamos vivendo em um cenário permeado por dados sob demanda que nos permite aprimorar constantemente as habilidades humanas, democratizar o acesso à informação, melhorar a mobilidade urbana e antecipar adversidades causadas por desastres sociais, econômicos ou ambientais.

Economia de Energia na Sociedade 5.0

Em outras palavras: estaremos preparados para explorar a enorme quantidade de dados produzida no mundo e realizar mudanças pontuais, garantindo então que qualquer pessoa possa usufruir do bem-estar global em qualquer lugar ou em qualquer hora do dia.

Os Pilares da Sociedade 5.0

O objetivo da sociedade 5.0 é inserir tecnologia de ponta no cotidiano das pessoas, com o intuito de encontrar um equilíbrio entre crescimento econômico e soluções de problemas socioambientais.

Não é à toa que, de certa forma, os principais pilares desse modelo social se confundam com as bases de outros conceitos atuais, como o ESG, o capitalismo consciente e a economia circular. Todos eles surgiram nesse contexto permeado por inovações mais rápidas e preocupações mais latentes com o futuro do planeta.

A diferença é que, nesse caso, os valores fundamentais estão relacionados de maneira direta com a modernização de máquinas, equipamentos e processos, e sua possível influência no bem-estar do planeta.

Sustentabilidade: a tecnologia é colocada à disposição da natureza e da sociedade para ajudar na preservação dos recursos naturais, na transição para modelos econômicos sustentáveis e na diminuição da emissão de gases poluentes.

Inclusão: a sociedade 5.0 se compromete com a redução das desigualdades sociais, buscando formas de garantir que todas as pessoas tenham acesso igual à tecnologia e todos os benefícios que a acompanham.

Participação Social: a sociedade 5.0 incentiva a participação de todos os membros da comunidade na construção dos seus projetos, criando um ambiente plural e inclusivo desde o princípio.

Qualidade de Vida: o foco desse modelo é o ser humano e o seu bem-estar, logo, é natural que uma das ideias principais esteja ligada à eliminação de trabalhos pesados, à construção de cidades mais inteligentes e menos estressantes e ao uso da tecnologia em outras ações que ampliem nossa expectativa de vida.

Economia de Energia na Sociedade 5.0

No Caminho das Soluções Energéticas

Como dissemos anteriorente, um dos maiores benefícios dessa integração entre o mundo real e o virtual é a possibilidade de analisar dados, antecipar problemas socioambientais e encontrar meios de eliminar (ou, na pior das hipóteses, reduzir) os seus impactos no futuro.

Um futuro que só existirá em sua totalidade se as soluções energéticas forem uma preocupação do presente. A inovação tecnológica, a inclusão social e o bem-estar da população dependem intimamente da disponibilidade e da qualidade da energia fornecida.  

Por isso, a sociedade 5.0 inclui discussões sobre energia em praticamente todos os pilares. Afinal, ao mesmo tempo em que aumenta a demanda por eletricidade, a tecnologia exerce um papel fundamental na diversificação da matriz energética, no desenvolvimento das fontes renováveis e na eliminação total dos gases poluentes nas próximas décadas.

Tecnologia a Serviço da Economia de Energia

Dentro desse cenário, em que sustentabilidade e economia de energia se encontram, é possível separar uma série de conceitos e tecnologias que dialogam de maneira próxima com o setor energético.

Economia de Energia na Sociedade 5.0

Cidades e Edifícios Inteligentes

As cidades inteligentes estão entre os principais frutos da sociedade 5.0, uma vez que incorporam tecnologias e outras soluções de TI nos espaços públicos com o objetivo de melhorar a vida das pessoas que ali habitam. Basicamente, a ideia é gerenciar ruas e espaços públicos de forma automatizada, prevendo vazamentos de água, aprimorando a mobilidade urbana e aumentando a segurança.

A análise desses dados, por sua vez, permite que os gestores da cidade entendam o comportamento da população e tomem decisões mais embasadas.

Ao mesmo tempo, a evolução da Internet das Coisas e sua proposta de conectar quase todos os aparelhos que fazem parte do nosso dia a dia possibilita a construção de residências confortáveis e eficientes. Uma junção que se encaixa perfeitamente nos pilares de sustentabilidade e qualidade de vida que compõem esse modelo.

Com a automatização do monitoramento da casa e da organização de tarefas, aproximamo-nos de uma realidade em que os sistemas aprendem a cada nova decisão e antecipam as principais demandas. Ou seja, podemos controlar a compra de alimentos para evitar o desperdício, utilizar lâmpadas inteligentes para aumentar a economia de energia e aprimorar a separação correta dos resíduos sólidos.

O grande desafio é garantir que toda a população tenha acesso a essas inovações. Sem políticas que se preocupem com esse fator, as camadas menos favorecidas não conseguirão adquirir as novas tecnologias, e a desigualdade social vai atingir níveis ainda mais preocupantes.

Entregas Drone

Atendimento a Distância

A sociedade 5.0 também prevê uma quantidade maior de relacionamentos a distância. Uma teoria que inclui tanto o uso frequente de drones em entregas de diversos produtos, quanto o aumento das teleconsultas em hospitais e consultórios.

No caso dos drones, as vantagens são consideráveis: a distribuição de mercadorias e cargas se torna mais ágil e competente, a logística da cidade é influenciada positivamente e a emissão de gases poluentes tende a diminuir por conta da circulação menor de carros e caminhões. Além disso, os veículos aéreos não tripulados conseguem melhorar o transporte de suprimentos para áreas de risco em caso de emergência. 

Já no caso das consultas, os benefícios podem se afastar de tópicos como economia de energia ou poluição atmosférica, porém garantem o aumento da qualidade de vida da população. O uso de wearables, a integração de informações coletadas e a facilitação do contato com familiares ou pacientes aumenta a chance de os médicos chegarem a conclusões mais assertivas em menos tempo.

Mobilidade Urbana

Quando se pensa em mobilidade urbana, a tecnologia possui diversas aplicações que merecem nossa atenção. As câmeras controladas por inteligência artificial melhoram o trânsito e oferecem segurança aos pedestres, os sistemas integrados de transporte público tornam o uso mais eficiente e reduzem a quantidade de carros nas ruas e a popularização dos veículos elétricos entre instituições governamentais e população geral diminui a emissão de gases poluentes na atmosfera.

É verdade que a utilização desse tipo de veículo percorre caminhos contrários ao da economia de energia, mas seus benefícios para o planeta e para a qualidade de vida da população não podem ser ignorados. Até mesmo porque, com a integração de todas as possibilidades citadas neste texto, a fluidez do trânsito permitirá que o carro circule mais tempo com a mesma carga.

Considerando que o custo para gerar eletricidade de fontes sustentáveis, como o sol e o vento, é significativamente menor do que os atuais, a substituição dos combustíveis fósseis exercerá uma influência positiva nas contas do brasileiro. Afinal, os gastos com transportes também devem considerar o preço cada vez maior da gasolina e do álcool.

Carro Energia Solar
Foto: Insider

Para exemplificar esse tópico, vale a pena falar sobre uma empresa holandesa especializada em mobilidade. A Lightyear prometeu lançar, em 2022, um carro movido a energia solar que recarrega sua pequena bateria durante o trajeto e por conta disso tem autonomia para percorrer 725 quilômetros até precisar fazer uma parada voltada exclusivamente para a recarga.

Indústria Automatizada

Seguindo a sociedade 5.0, o setor industrial tende a adotar a indústria 5.0. Um modelo atualizado que utiliza a robótica e a inteligência artificial com o objetivo de idealizar produtos personalizados e produzi-los em massa, adequando-se de modo otimizado à necessidade cada vez maior de criar experiências únicas para os consumidores.

No entanto, o uso das tecnologias não fica restrito ao âmbito criativo. Ele também é responsável por transformar o ambiente de trabalho, reduzindo os erros humanos, aumentando a segurança dos trabalhadores e permitindo que vários colaboradores troquem atividades físicas repetitivas por funções mais especializadas.

Isso sem contar com as vantagens oferecidas pelo monitoramento em tempo real das plantas industriais. É possível antecipar falhas comuns, diminuir o tempo de resposta em casos de emergência, otimizar processos para aumentar a produtividade e criar um espaço em que equipamentos automatizados garantem a economia de energia e outros recursos finitos.

Energias Sustentáveis

Indo além da economia de energia, a tecnologia tem papel decisivo na mudança do cenário energético em sua totalidade. Segundo um relatório da Agência Internacional de Energia, temos que tomar essa decisão para que seja viável zerar a emissão de gases poluentes e evitar que os efeitos do aquecimento global alcancem níveis catastróficos.

Energia Solar

É necessário prestar atenção nesse processo porque os avanços tecnológicos e o aumento populacional tendem a aumentar a demanda de energia com o passar dos anos. Sem o devido investimento em energias renováveis e sustentáveis, a liberação de gás carbônico na atmosfera continuará crescendo em um setor responsável pela maior parte dessa emissão prejudicial para o planeta.

Em outras palavras: as tecnologias que caracterizam a sociedade 5.0 podem ser aplicadas naquela economia de energia que faz parte do nosso dia a dia, mas também precisam ser inseridas nos processos do setor com o intuito de ampliar a capacidade energética de fazendas solares e eólicas.

Um bom exemplo é alimentar os painéis fotovoltaicos e os aerogeradores com informações meteorológicas captadas e analisadas por inteligências artificiais. Assim, os equipamentos se tornam mais precisos e reduzem as dificuldades oferecidas pela própria natureza, garantindo o suprimento estável da energia.


A existência de projetos como o Lightyear One revela que as possibilidades proporcionadas pela tecnologia são abrangentes e impactantes. Algumas ideias são ambiciosas, porém deixam claro que o intuito é aumentar o bem-estar global no presente e garantir que as próximas gerações possam expandir nossas conquistas em um planeta mais sustentável.

No entanto, a criação desse futuro depende de nossas ações atuais. Isso significa que devemos investir em tecnologia e descobrir como aplicar essas inovações no cotidiano de todos os seres humanos, permitindo que o conforto, a economia de energia e a sustentabilidade estejam integradas plenamente ao nosso dia a dia.


Quer ter acesso a outros conteúdos sobre economia de energia, tecnologia e sustentabilidade? Acesse o nosso Blog.

Deixe um comentário