You are currently viewing Otimizações Tecnológicas: As 5 Melhores para a sua Empresa

Otimizações Tecnológicas: As 5 Melhores para a sua Empresa

Descubra quais são as cinco melhores otimizações tecnológicas para a sua empresa, indo desde aspectos de sustentabilidade ambiental até o uso da robótica e análise de dados para melhorar a performance e eficiência da companhia.

Tempo de leitura: 8 minutos.

A busca por otimizações nos processos e negócios inteligentes para obter uma vantagem competitiva está cada vez maior. Várias empresas buscam formas de reduzir custos, aumentar a produtividade e tornar-se uma referência em seu ramo de atuação.

Para chegar a um nível de excelência, as empresas devem se adaptar aos novos modelos de negócios e desejos dos clientes. Para isso, a utilização da tecnologia é fundamental para mostrar os caminhos que levam a uma maior eficiência em todo o processo.

As otimizações tecnológicas proveem melhorias no trabalho, otimizam o desempenho dos colaboradores, facilitam a vida dos clientes, aumentam a performance da empresa, bem como acarretam em uma redução de custos.

Com todos esses benefícios, é normal que o empreendedor, ao tentar adaptar sua organização para o modelo de negócios do futuro, tenha em mãos diversas opções de otimização para implantar em sua empresa. 

Neste artigo, iremos mostrar quais são as cinco melhores otimizações tecnológicas para a sua empresa, englobando desde a adoção da sustentabilidade na empresa, para  contribuir com o desenvolvimento sustentável, o emprego de fontes renováveis de energia, para preservar o meio ambiente e produzir mais com menos custos, como também a implantação de robôs, Machine Learning e Internet das Coisas (IoT), para a invenção de novos meios de produção, automação e maior performance de processos.

Top 5 Otimizações Tecnológicas

A seguir, vamos listar as cinco melhores otimizações tecnológicas para a sua empresa. Confira!

1. Negócios Sustentáveis

A partir de meados da década de 60, uma maior preocupação com a preservação ambiental surge no mundo com a elaboração da NEPA (Lei de Política Ambiental Nacional Americana) e  de diversas conferências e acordos que visam a preservação ambiental, aumentando a consciência sobre o tema.

A partir da década de 90, o conceito de desenvolvimento sustentável chega às indústrias por meio da regulamentação de processos produtivos, normatização de padrões de produção e consumo e da qualidade de produtos.

Tudo isso fez com que empresas saíssem de seus padrões de operação para assumirem novas metodologias que levassem em conta a preservação do meio ambiente, para não serem penalizadas em diversas leis ambientais criadas.

Otimizações Tecnológicas

Hoje, esse conceito de desenvolvimento sustentável nas organizações não cabe somente às grandes indústrias, mas sim a todas as organizações. De acordo com a pesquisa realizada pela agência Union+Webster, 87% dos brasileiros preferem consumir produtos ou adquirir serviços de empresas que prezam pela sustentabilidade em seus processos.

Indo mais além, a pesquisa conclui que 70% dos entrevistados pagam mais caro por produtos sustentáveis, o que se traduz em uma grande vantagem competitiva. 

A prática sustentável gera benefícios para a empresa, a sociedade e o meio ambiente. Existem diversas formas de as empresas adotarem procedimentos sustentáveis, variando de acordo com o ramo de atuação. 

Uma boa sugestão é adotar medidas de conscientização ambiental na empresa, firmar parceria com cooperativas de reciclagem, utilizar recursos menos poluentes e se enquadrar na Política Nacional de Resíduos Sólidos, bem como na certificação da norma ISO 14000 que, além de estabelecer diretrizes para a gestão ambiental em empresas, também pode ser necessária para a obtenção de financiamentos e para a entrada no mercado de alguns países.

2. Energia Renovável

Seguindo com a preocupação ambiental, atualmente já está mais que comprovado que o planeta não irá conseguir manter por muito mais tempo o mesmo ritmo de produção utilizando apenas fontes não renováveis de energia, tal como a hídrica.

Com essa situação, surgem dois fatores de grande relevância: enquanto a utilização de fontes não renováveis diminui a cada dia, trazendo uma séria preocupação com o futuro do planeta, o preço da energia fica mais caro, o que representa um maior custo de produção e, consequentemente, um produto mais caro, reduzindo a competitividade.

Sendo assim, as empresas devem priorizar fontes de energias renováveis para seu negócio. Tais fontes, além de serem menos impactantes ao meio ambiente, geram uma redução de custos considerável para a organização. Entre as fontes renováveis existentes, a mais promissora e acessível a todas as empresas é a energia solar.

Otimizações Tecnológicas

De acordo com o relatório da Bloomberg New Energy Finance (BNEF), até 2050 as energias mais utilizadas no mundo serão as sustentáveis, principalmente a energia solar e a eólica, com seus mais diversos sistemas de armazenamento. Além disso, o relatório também prevê que os custos de implantação dessas energias também ficarão mais acessíveis. 

Com relação às novas formas de energia, a energia solar é a que está mais acessível a todas as empresas, devido à regulamentação da modalidade de energia solar compartilhada. Por meio dela, em vez de a empresa adquirir todos os painéis solares e realizar a instalação e manutenção de um sistema completo de energia solar, é possível alugar os painéis de usinas solares, onde a energia gerada nesses locais é distribuída diretamente pela rede de energia da concessionária local. 

3. Machine Learning

Com a nova era digital chegando até empresas de pequeno e médio porte, o uso da inteligência artificial por essas organizações já é realidade. Dentro desse mundo, uma das otimizações tecnológicas que irão modificar a maior parte dos processos é a Machine Learning.

A Machine Learning (Aprendizado das Máquinas) é a capacidade de softwares se adaptarem sozinhos a situações aos quais são expostos, ou seja, a partir do momento em que são acionados, as decisões serão tomadas de forma autônoma e o software conseguirá adaptar-se às mudanças do ambiente em que está inserido.

Otimizações Tecnológicas

Essa ferramenta torna-se muito útil para as empresas, principalmente na área de segurança, relacionamento com o cliente e planejamento de processos. Vamos analisar cada uma delas.

Segurança Digital

O futuro da maioria das empresas é digital. Essa tendência já estava sendo confirmada com o passar dos anos e foi acelerada com a pandemia da Covid-19, na qual o número de empresas que aderiram ao e-commerce cresceu exponencialmente.

Com o grande número de empresas on-line, a quantidade de clientes também cresce, acarretando em mais transações on-line e também mais tentativas de roubos de dados ou de compras fraudulentas.

A Machine Learning, que já é utilizada por instituições financeiras para detectar movimentações anormais, também será empregada por todas as empresas para manter sua segurança digital eficiente

Com o uso da ferramenta, é possível identificar compras com um valor muito maior do que o comum, tentativas de uso indevido de cartões, pedidos de compra realizados em locais muito distantes do comprador e atestar a veracidade de documentos, evitando que tanto a empresa quanto os clientes sofram golpes e prejuízos financeiros.

Relacionamento com o Cliente

Os softwares são totalmente capazes de realizar atendimentos diretos com clientes, eliminando a necessidade de espera por um atendente, bem como aprendem sobre todas as necessidades do consumidor, a ponto de sugerir os produtos que mais fazem sentido ao perfil de cada um.

Além disso, por meio da análise de cada cliente, é possível enviar descontos e promoções personalizadas no momento correto, aumentando a probabilidade de compra. Esses recursos já são utilizados por grandes empresas, tais como Netflix e Facebook, em várias situações.

No caso da Netflix, a partir de alguma série ou filme a que você assista, é possível ir conhecendo seu gosto e sugerir outros títulos que podem te agradar.

Planejamento de Processos

Por meio de softwares inteligentes, tais como CRM, MRP e ERP, todo o controle logístico, de produção, financeiro e de recursos humanos pode ser realizado de uma maneira muito mais eficiente e assertiva.

A produção será programada para a demanda da época, com a quantidade exata de matérias-primas, funcionários e maquinários necessários, inclusive com as datas exatas de pedido e chegada de cada insumo. Além disso, os dados fiscais de cada compra e venda também serão lançados automaticamente, evitando erros humanos.

4. Robótica

A utilização de robôs na indústria ocorre desde a Terceira Revolução Industrial, principalmente em grandes setores industriais, tais como o setor automotivo e o militar.

Atualmente, é possível encontrar robôs com diversas funcionalidades e com preços muito mais acessíveis em relação ao que já foi um dia. Tais robôs podem substituir a força humana, realizar processos com mais eficiência e segurança e auxiliar a equipe na tomada de decisões.

Otimizações Tecnológicas

Empresas como a Uber já começaram a utilizar carros totalmente autônomos, bem como lojas de delivery utilizam drones para realizar entregas. Cada vez mais companhias estão unindo a precisão dos robôs com a criatividade humana, criando produtos totalmente personalizados e caminhando para uma nova revolução industrial, a chamada Indústria 5.0.

5. Internet das Coisas

O termo Internet das Coisas (IoT) é muito amplo, sendo apresentado pela primeira vez na década de 90 e definido tanto como a interação entre o homem e os equipamentos, quanto como a conexão entre os próprios equipamentos, o que acarreta em soluções amigáveis no dia a dia das pessoas.

O primeiro eletrodoméstico que adotou a IoT foi uma geladeira da marca LG, lançada em 2002. 

Após quase duas décadas, a IoT se expandiu para os diferentes setores da sociedade, chegando às mais diversas empresas. Atualmente, uma série de sensores e transmissores se conectam para garantir eficiência tecnológica no mundo empresarial.

Uma empresa de entregas utiliza aplicativos que mostram o caminho mais rápido até o destino final, enquanto empresas frigoríficas adotam sensores para manter os produtos na temperatura ideal, dentre vários outros modelos em que os eletrônicos contribuem para a tomada de decisão humana.

Além disso, em comércios, a IoT pode ser utilizada para monitorar algumas características dos clientes nas lojas, tais como os locais de maior fluxo, qual a posição dos produtos mais vendidos nas prateleiras, quanto tempo cada cliente permanece na loja, entre outros dados de Big Data que ajudam a decidir a melhor estratégia de vendas.

Conclusão

Tanto na era que estamos vivemos quanto no futuro, a imagem da empresa deverá estar alinhada com os desejos da sociedade. Os clientes, mais do que nunca, estão demonstrando que preferem produtos e serviços que são elaborados de maneira sustentável, não agredindo o meio ambiente. Empresas que não estão com seus processos otimizados para essa linha de pensamento têm a tendência a ficarem cada vez mais em desvantagem no mercado.

Além disso, a sustentabilidade traz muitos benefícios para as empresas, pois abre portas para a atuação em novos mercados, como também faz o negócio ser mais eficiente e reduz os custos por meio da adoção de fontes renováveis de energia, tal como a energia solar.

Tratando-se de performance, o uso da robótica, Machine Learning e IoT traz uma grande vantagem competitiva. Por meio dessas otimizações, os processos ganham muito mais eficiência, são realizados com uma maior precisão e com menos tempo, além de trazerem dados que dão embasamento para a análise do comportamento dos clientes.

O uso conjunto de robôs com a criatividade humana possibilita a criação de produtos altamente personalizados, sendo o conceito da futura revolução industrial, a chamada Indústria 5.0

Por meio da Machine Learning, os processos produtivos são programados com a quantidade exata de matéria-prima, maquinários e mão de obra. No meio on-line, as preferências individuais dos clientes são apresentadas, fazendo de cada visita ao e-commerce uma experiência única. As transações financeiras também serão mais seguras no mundo on-line por meio dessa ferramenta, pois a autenticação de documentos e a avaliação de transações será muito mais segura.

A IoT trará uma série de benefícios para a empresa por meio da intercomunicação entre os dispositivos, seja para controlar um ambiente, seja para sinalizar os caminhos mais fáceis a serem percorridos, seja para dar informações sobre o comportamento do cliente em determinada loja.

Com todas as otimizações tecnológicas apresentadas, a disputa por uma vantagem competitiva será muito acirrada, a ponto que pode ser necessário mudar a metodologia de trabalho em vários setores da empresa. Porém, tais mudanças virão para agregar à organização, aos clientes e ao meio ambiente, garantindo um desenvolvimento sustentável e também produtos e serviços com cada vez mais qualidade.


Quer aprender mais dicas sobre otimizações tecnológicas? Acesse nosso blog, clicando aqui!

Deixe um comentário